ONCOLOGIA

Fotolia_24613112_XS.jpg

    Na oncologia veterinária assim como nos humanos, o número de pacientes com câncer aumenta cada vez mais entre os animais. Isso provavelmente ocorre não só devido ao aumento da longevidade dos nossos companheiros, mas também em virtude de melhores meios diagnósticos e também do meio em que vivemos, com a presença maciça de agentes cancerígenos.
  Hoje, sua principal função é definir um diagnóstico e um tratamento adequado aos diferentes tipos de câncer em cães e gatos. A cirurgia é considerada a principal abordagem no tratamento de câncer em cães e gatos. Aproximadamente 75% dos tumores têm indicação para tratamento cirúrgico.
   Em alguns casos, a cirurgia é realizada como tratamento único. No entanto,  alguns casos em que existe a possibilidade de disseminação metastática, a quimioterapia é Indicada como tratamento complementar, visando um melhor controle da doença e ao aumento da sobrevida do paciente. Mesmo com aquela ideia de que quimioterapia é ruim e muito forte para o organismo ela é menos agressiva a cães e gatos do que às pessoas .